Morangos com Açúcar

2007-06-13

Tiago Felizardo - Video nao ajudou a PSP

As imagens do sistema de videovigilância disponibilizadas pela discoteca The Loft, em Lisboa, foram inconclusivas no trabalho de identificação do agressor do jovem actor Tiago Felizardo, apurou o CM junto de várias fontes policiais. No entanto, apesar da falta de qualidade, os videogramas permitem distinguir um grupo de pessoas no qual se inclui o membro do elenco dos ‘Morangos com Açúcar’, em cima de um indivíduo prostrado no chão.

A 1.ª Esquadra de Investigação Criminal (EIC) da PSP de Lisboa, responsável pelo inquérito, fez uso dos depoimentos dos outros clientes para identificar o suspeito da agressão a Tiago Felizardo.

“Tem 27 anos, mora em Lisboa com os pais, não tem quaisquer antecedentes criminais e foi sozinho à discoteca The Loft na madrugada de 20 de Maio”, referiu ao nosso jornal um informador policial.

A PSP estava mesmo já em condições de detê-lo. Mas tal não veio a ser necessário, pois o jovem acabou por entregar- -se espontaneamente, na semana passada, na esquadra da Rua Gomes Freire.

“O jovem afirmou ter esperado alguns dias para ir à PSP, pois estava com receio da cobertura mediática dada ao caso”, salientou outra fonte da PSP. No depoimento que prestou aos agentes da 1.ª EIC responsáveis pelo inquérito, o alegado agressor negou ter tido qualquer intenção de ferir com gravidade o jovem actor, de apenas 17 anos.

Em vez disso, afirmou ter-se defendido de uma agressão. “Assegura ter sido rodeado pelo grupo onde se encontrava o Tiago Felizardo e que se defendeu num confronto corpo-a-corpo, negando ter usado um copo”, frisou o responsável policial.

No meio da confusão, o jovem acabou por fugir. Recorde-se que Tiago Felizardo foi suturado com 70 pontos nas costas e na cara.

O CM tentou falar com Rui Felizardo, pai do actor, mas tal não foi possível até ao fecho desta edição.

PENA PODE IR ATÉ DEZ ANOS

O alegado agressor do actor Tiago Felizardo pode incorrer numa pena máxima de dez anos de cadeia. Para já, o jovem, de 27 anos, está indiciado por um crime de ofensas corporais simples. Segundo o Código Penal, quem “ofender o corpo ou saúde de outrem é punido com 3 anos de cadeia, ou multa”.

No entanto, o inquérito do Ministério Público, que já está a decorrer, poderá alterar a moldura penal, indiciando o jovem num crime de ofensas corporais graves. Nesse caso a pena compreender-se-á num intervalo entre dois e dez anos de cadeia.
Autores: Miguel Curado com F.B.
Fonte: CM

2 Comentários:

Anonymous fia87 disse...

Acho bem ele se ter entregado mas dai a ter uma pena de 10 anos, acho um bocado exagerado! 5 anos ja é que chege e sobre!

3:52 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

ola axo muito bem que esse agressor seja preso beijinhos

5:52 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial