Morangos com Açúcar

2007-05-21

Actor dos ‘Morangos’ leva 70 pontos

Tiago Felizardo, jovem actor de 17 anos que encarna o personagem ‘Manuel Gouveia’ da série da TVI ‘Morangos com Açúcar’, foi ontem agredido com violência por um homem, numa discoteca da zona do Cais de Sodré, em Lisboa. O jovem foi atacado com um copo na cara e nas costas, e teve posteriormente de ser suturado com 70 pontos. Um irmão, uma irmã, e um amigo de Tiago também ficaram feridos no incidente.

O 23.º aniversário de Bruno, o irmão mais velho de Tiago, levou o grupo de jovens à discoteca Loft, na Rua do Instituto Industrial.

Pouco depois das 05h00, Tiago, a irmã Sara, de 22 anos, o irmão Bruno, e o amigo António Neves, de 18 anos, conversavam no 1.º piso da discoteca, quando o jovem actor sofreu um forte empurrão. “O indivíduo tem mais de 20 anos, é branco, alto, magro”, descreveu o jovem actor.

A tensão que de imediato se gerou levou os irmãos e amigos de Tiago a tentarem acalmar a situação. Mas, em vez disso, o desconhecido acentuou a violência verbal, e insultou Tiago. “Ele gritou que não me conhecia, mas que sabia que eu era da televisão”, recordou.

Acto contínuo, o ‘Manuel Gouveia’ dos ‘Morangos com Açúcar’ foi agredido violentamente no sobrolho direito, com o copo de vidro que o agressor segurava. A partir desse momento, o jovem pouco se recorda. Foi a irmã, Sara Felizardo, a relatar o resto ao CM: “Eu estava a alguns metros, e vi-o a ser agredido em outras partes do corpo. Acorri logo para os tentar separar, e o mesmo fizeram o meu irmão mais velho, e um amigo, o António Neves.”

Antes de se pôr em fuga, o agressor atacou os dois irmãos e o amigo de Tiago com o mesmo copo partido. Escapou rapidamente, sem que alguém o conseguisse segurar. Um grupo de seguranças e funcionários da discoteca acorreram a ajudar o jovem actor. “Tenho uma lembrança de me ver ao espelho, e de ter a cara toda coberta de sangue. A roupa depressa também ficou vermelha”, diz Tiago Felizardo.

A gravidade dos ferimentos do jovem obrigou a gerência da discoteca a chamar a PSP, e o INEM.

Tiago, a irmã, Sara, o irmão, Bruno, e o amigo, António Neves foram de imediato transportados para o Hospital de São José. Durante toda a manhã de ontem, os jovens foram assistidos pelos médicos do serviço de urgências.

Bruno apresentou queixa a uma patrulha da esquadra da PSP da Rua da Boavista, no que, em breve, deverá ser acompanhado pelos irmãos Tiago e Sara, e pelo amigo António Neves.

O irmão mais velho de Tiago foi suturado com vários pontos na testa. Sara recebeu 12 no braço esquerdo.

António Neves, amigo dos três irmãos, também sofreu ferimentos na cabeça. Foi suturado com dez pontos, e recebeu alta ao final da manhã.

O caso de Tiago é o mais grave. Os ferimentos sofridos no lado direito da face obrigaram a que fosse suturado com 60 pontos. A cabeça foi toda envolta em ligaduras. O jovem recebeu mais dez pontos nas costas, e deverá, em breve, ter de ser submetido a operações cirúrgicas de reconstrução facial.

Tiago já terminou as gravações da actual série dos ‘Morangos com Açúcar’ e está matriculado no 11.º ano no Colégio Valsassina, em Lisboa. “A época de exames aproxima-se. Espero que esta situação não me impeça de concluir o ano”, confessou ao CM.

CÂMARAS DE VIDEO ACTIVOS

A discoteca Loft está equipada com o sistema de videovigilância que a lei exige. A garantia foi dada ao CM por um elemento da gerência do estabelecimento de diversão nocturna, que solicitou anonimato. O responsável adiantou, no entanto, que a discoteca não foi ainda abordada pela PSP no sentido de entregar as cassetes onde estão gravados os momentos da agressão ao jovem Tiago Felizardo. “Existe uma câmara no local onde decorreu o incidente, e assim que nos for solicitado, entregaremos essas provas”, referiu. O jovem actor da série ‘Morangos com Açúcar’ é cliente habitual do estabelecimento de diversão nocturna. Mas, ao que acrescentou o gerente da Loft, nenhum funcionário da casa assistiu ao início do conflito. “Já só cheguei a tempo de ajudar o Tiago a levantar-se, e a ir à casa de banho lavar-se”, concluiu o responsável.

SAIBA MAIS

11 369 Número de vítimas de agressões que apresentaram queixa em todo o dispositivo da PSP, durante todo o ano passado, segundo revela o Relatório de Segurança Interna.

10 anos, é a pena máxima prevista pelo Código Penal, para o crime de ofensas corporais graves.A pena mínima consagrada na lei para o mesmo crime é de dois anos de prisão efectiva.

CRIME

Fonte judicial disse ao CM que o autor das agressões a Tiago Felizardo, aos irmãos, e a um amigo, pode vir a ser indiciado pelo crime de ofensas corporais graves.

POLICIAMENTO

O patrulhamento nos locais de diversão nocturna do Cais de Sodré, em Lisboa, é feito pelo efectivo da esquadra da PSP da Rua da Boavista.

COPOS

Na discoteca Loft, à semelhança do que se passa na maior parte das outras, é proibido levar copos de vidro para o exterior do estabelecimento.
Autor: Miguel Curado
Fonte: CM

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial