Morangos com Açúcar

2007-01-20

Mais informação sobre a nova aposta da TVI, "Ilha dos Amores"

A novela que substituirá Tempo de Viver será da autoria de Maria João Mira e Diogo Horta, dos mesmos autores de Fala-me de Amor.

Terá como tema a emigração. Passar-se-à nos Açores, Canadá e em Portugal Continental. As suas gravações começarão em Janeiro/Fevereiro.

A nova novela da TVI, Ilha dos Amores, da autoria de Maria João Mira e Diogo Horta, começa em 1977, em São Miguel. Jaime, de 20 anos, e Beatriz, 17, amam-se como ninguém. Ele é filho de pobres trabalhadores rurais e ela herdeira de uma fortuna incalculável. Por essa razão, eles namoram às escondidas. “Não é original, mas não deixa de ser uma história bonita…” diz uma actriz, que começa amanhã, segunda-feira, 15, a gravar nos Açores. Nessa altura, o casal decide fugir num cargueiro para o Canadá, plano, entretanto, abortado, devido às ameaças dos pais de Beatriz. Se fugirem, garantem os progenitores, ele será acusado de rapto de menores. Para evitar problemas com a justiça, os jovens juram fidelidade e a rapariga promete-lhe que partirá no ano seguinte, mal faça os 18 anos. Jaime atravessa o Atlântico sozinho. As cartas que trocam não chegam aos destinatários certos e os dois convencem-se de que o romance terá chegado ao fim. A certeza chega depois, quando uma mulher, a pedido de um vilão, mente a Beatriz, dizendo-lhe que está grávida de Jaime. Desiludida, a menina rica sobe ao altar com outro homem. No Canadá, o rapaz fica de rastos com a notícia. Determinado a vencer na vida, arregaça as mangas e dedica-se ao trabalho. O suor e as lágrimas recompensam-no com uma grande fortuna. Mais tarde, casa com uma emigrante e constrói uma família: Tomé e Miguel são os seus filhos.

30 Anos Depois, por ironia do destino, as posições de Beatriz e Jaime invertem-se. Ele é agora um homem milionário e ela, fruto de negócios ruinosos, está na falência. O seu principal rendimento resume-se à plantação e fábrica de chá. Viúva e com três filhas para criar (Clara, Mónica e Mariana), o futuro avizinha-se negro. Contra a vontade dos filhos e da segunda mulher, Jaime decide regressar à sua terra natal e, daí, gerir os seus negócios. Nos Açores, ele quer mostrar, principalmente a Beatriz, que tinha condições para vingar na vida. Foi ele, de forma anónima, quem comprou as terras dos Machado da Câmara e que se prepara para adquirir o banco que detém as hipotecas dos terrenos da família rival. Afundada em dívidas, Beatriz aceita vender uma propriedade. Sabendo que um emigrante recém regressado do Canadá está a investir na região, marca uma entrevista para lhe fazer uma proposta. Trinta anos depois, o encontro promete.

No dia do negócio, Jaime cruza-se na estrada com Beatriz e os dois reconhecem-se. Era difícil esquecerem-se um do outro. Porém, a tragédia tinha hora marcada: os carros chocam, despistam-se e caem por uma ribanceira. Os dois morrem. Clara, filha de Beatriz, e Tomé, filho de Jaime, ambos de 28 anos, conhecem-se no cemitério. O ódio é enorme. Ele, batalhador, frio, implacável nos negócios, jura-lhe vingança e ela, bonita, inteligente e inconformada, promete fazer-lhe frente. Mas nenhum dos dois imagina que o coração vai voltar a pregar uma partida. A partir daqui, muitas outras histórias se irão cruzar em Ilha dos Amores, novela que é a grande aposta de José Eduardo Moniz para 2007. Pelo investimento, mas sobretudo, pelas raízes da trama. “Ele nasceu nos Açores e quer homenagear a sua terra com um grande trabalho de televisão”, confidencia fonte da NBP.

Na novela "Ilha dos Amores" estarão: Joana Solnado, Cláudia Vieira, Mafalda Pinto, Ana Rita Tristão, Joana Duarte, Diana Chaves, Jessica Athayde, Daniel Cardoso, João Pedro Sousa e Hugo Tavares.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial